sexta-feira, 23 de junho de 2017

Queimados mapeia áreas de risco como prevenção às catástrofes naturais

Ação faz parte do plano municipal de contingência que identificou os possíveis pontos vulneráveis em épocas de fortes precipitações em 26 bairros diferentes

Leandro Machado - Foram quase trinta dias de um trabalho intenso e minucioso, que envolveu a ação de dezenas de agentes municipais e a participação efetiva de mais de 500 moradores de diversas localidades do município de Queimados, na Baixada Fluminense. A Secretaria Municipal de Defesa Civil terminou nesta sexta-feira (23) o mapeamento de áreas vulneráveis a catástrofes naturais na cidade e identificou em 26 bairros diferentes, seus pontos vulneráveis a alagamentos, inundações e deslizamentos em época de fortes precipitações.

Na ação, as equipes visitaram os locais e entregaram um questionário para a família preencher. A partir destas respostas, os pontos confirmados como de riscos recebem uma atenção especial dos órgãos municipais. No documento de perguntas e respostas, o entrevistado informou, por exemplo, se existe pessoas com dificuldades de locomoção ou crianças; se há histórico de alagamento no local, entre outros questionamentos.

O Secretário Municipal de Defesa Civil, Davi Brasil, fala sobre o prosseguimento do Plano de Contingência e destaca as ações a serem desenvolvidas: “O nosso primeiro passo foi identificar os locais de riscos, agora vamos comunicar ao INEA, as secretarias de Habitação, Serviços Públicos, Obras, por exemplo, para agirmos, efetivamente, e resolvermos o problema”, ressaltou.

A melhor maneira de evitar grandes tragédias é a prevenção. E por isso, após a identificação destas áreas, a secretaria irá confeccionar relatórios e encaminhá-los para as pastas competentes para realizar o trabalho de mitigação, ou seja, reduzir ou eliminar os riscos de catástrofes. A ação faz parte do Plano Municipal de Contingência.

De acordo com os laudos técnicos da secretaria, os maiores incidentes são casas construídas em áreas de riscos, como às margens de rios e córregos. “Nós identificamos os locais e seus riscos e agora vamos passar para os órgãos competentes. Trabalhamos em conjunto com outras secretarias para que possamos obter os melhores resultados nos momentos de chuvas fortes”, destacou o Subsecretário, Antônio Gentil.
  
No relatório, a Defesa Civil identificou as localidades que precisam de mais ações preventivas. Os bairros: São Jorge, São Francisco e Roncador, que são cortados pelo rio Quebra-Coco, receberão serviços de dragagem. Outra localidade que recebeu diversas notificações foi a Vila Americana. Lá, muitas famílias vivem às margens do Rio Sarapó e uma ação conjunta com as secretarias de Urbanismo, Habitação e Serviços Públicos está prevista para os próximos dias.

Prefeitura de Queimados oferece capacitação gratuita para os produtores de leite

Curso que acontecerá em parceria com a UFRJ,  vai ensinar a prevenir e tratar a mastite bovina. Ao todo são 30 oportunidades 

Jéssica Moreira - Quem vive da produção de leite sabe quantos prejuízos podem surgir de doenças no gado. Uma das mais sérias é a mastite, uma inflamação da glândula mamária que, em estágio avançado, chega a causar morte dos animais atingidos. Para ampliar o conhecimento acerca do assunto, a Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Agricultura, oferece na próxima sexta-feira (30) um dia de campo gratuito sobre formas de prevenção e tratamento da doença.

A iniciativa acontece em parceria com o Instituto de Zootecnia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), que disponibilizou dois profissionais para ministrar o curso e forneceu material para realização das aulas. 

Imagens: Luiz Ambrósio/ SEMCOM - PMQ
São 30 oportunidades voltadas para produtores de leite e trabalhadores da área, que devem procurar a SEMDRAG para inscrições até que as vagas sejam preenchidas.

A metodologia da capacitação – que acontecerá num sítio localizado na divisa dos bairros Chapadão e Santo Expedito – engloba aulas teóricas e práticas com animais, a fim de demonstrar métodos de identificação, prevenção e tratamento da doença.

Para o Secretário da Pasta, Abílio Cardoso, a intenção da gestão municipal é auxiliar o máximo possível na difusão de conhecimento para evitar perdas econômicas aos produtores de leite.

“A mastite afeta diretamente a produção, causando a redução do leite. Leva ao descarte de leite e de animais, aos gastos com medicamentos, com serviços veterinários e com o aumento de mão-de-obra. Nosso papel é orientar e ensinar a evitar esse mal para, assim, otimizar a produção e melhorar a vida dos profissionais”, concluiu o gestor.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Queimados adere ao Programa 'Calçada Acessível'

Em reunião com membros do sistema FIRJAN, gestão municipal debate metas para melhorar mobilidade urbana no município

Jéssica Moreira - Por uma Queimados acessível a todos: O Prefeito Carlos Vilela assinou, nesta quinta-feira (22), a carta de intenção para aderir ao Projeto Mobilidade Urbana – Programa Calçada Acessível. Em reunião realizada na ASDINQ (Associação das Empresas do Distrito Industrial de Queimados), diversas secretarias firmaram parceria para debater e implantar melhorias na acessibilidade do espaço público da cidade, tais como Urbanismo, Obras, Serviços Públicos e Assistência Social. Representantes do sistema FIRJAN também participaram do encontro.

Uma palestra foi ministrada por Luiz Gustavo Guimarães, Arquiteto e Coordenador do Programa, para conscientizar os gestores sobre os desafios da empreitada e a importância da parceria entre poder público e empresas privadas na resolução dos problemas de mobilidade.

Um ‘choque de ordem’ está previsto para breve, no qual o objetivo é desobstruir as calçadas para o fluxo livre de pedestres (sejam eles deficientes ou não). De acordo com o Prefeito Carlos Vilela, a Secretaria de Urbanismo será a principal responsável por estudar a implantação do projeto no município. 

“Um workshop foi marcado para o próximo mês, no qual poderemos visualizar melhor as necessidades e entender como os pedestres se locomovem em Queimados. Vamos usar vendas, cadeiras de rodas, bengalas, muletas e tudo o mais que nos permita tentar nos colocar na pele de quem tem dificuldade para transitar”, afirmou o gestor.

Instituto de Previdência de Queimados encerra recadastramento com 100% de servidores alcançados

Autarquia realizou a regularização de 345 aposentados e pensionistas em dois meses

Leandro Machado - Após mais de dois meses de muito trabalho, o objetivo foi alcançado. O recadastramento realizado pelo PREVIQUEIMADOS (Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Queimados) foi encerrado nesta semana e alcançou 100% dos aposentados e pensionistas ligados à autarquia.  Dos 345 servidores, 316 fizeram a regularização de forma presencial, 22 atendimentos foram por via eletrônica e sete pessoas realizaram o recadastramento domiciliar. 

Com o sucesso na realização do recadastramento anual realizado pelo órgão, nenhum servidor teve seu benefício suspenso. O recadastramento teve início em abril e em maio houve uma prorrogação do serviço.

O recadastramento anual é para manter os dados dos servidores atualizados e uma ferramenta eficaz para evitar fraudes. O Diretor-Presidente do PREVIQUEIMADOS, Marcelo Fernades, comemorou o resultado obtido e destacou a necessidade da realização da atualização periodicamente: “Alcançamos mais uma vez o nosso objetivo e quem tem a ganhar é o próprio servidor. Mantemos uma gestão austera que prioriza a transparência e o compromisso com os nossos beneficiários”, destacou. 

O diferencial é a forma humanizada que o servidor é tratado pela autarquia. Dentre os aposentados e pensionistas existem aqueles que não podem se locomover por causa de idade avançada ou doenças. E para que este beneficiário não fique prejudicado, uma equipe do PREVIQUEIMADOS agenda uma visita domiciliar para realizar o recadastro: “Este ano foram sete pessoas que precisaram de visitas em casa. São pessoas que já trabalharam muito por nosso município e que hoje, infelizmente, por um motivo ou outro, não podem mais se locomover. Eles se sentem prestigiados”, concluiu Fernandes.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Queimados conquista segundo lugar em ranking de controle interno divulgado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro


MPRJ avaliou 16 quesitos da atual situação dos 92 municípios fluminenses. Município ficou em primeiro lugar em cinco e obteve nota máxima em três


Leandro Machado - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) divulgou na última segunda feira (19) o ranking que avalia a atual situação dos sistemas de Controle Interno dos municípios fluminenses, levantados pela entidade a partir das respostas das prefeituras apresentadas ao formulário encaminhado pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania (CAO Cidadania). E Queimados, na Baixada Fluminense aparece em segundo lugar na colocação geral com nota 7,28. Ao todo, o levantamento contou com 124 questões.

Com base em informações sobre orçamento, controladoria, transparência, estrutura e regulamentação dos sistemas de controle interno, dentre outras, os municípios receberam notas numa escala de zero a dez. Foram analisados 16 quesitos e Queimados ficou em primeiro lugar em cinco (Auditoria, Controladoria, Orçamento, Planejamento e Iniciativa Louvável) e segundo em outros três (Auxílio ao Controle Interno, evolução e Abrangência).

O município obteve nota máxima em três quesitos: orçamento, evolução e Controladoria. Entre os temas avaliados nessas áreas estão: análise do controle de custos e avaliação dos programas financiados com recursos do orçamento, metas do Plano Plurianual de Planejamento e realocação de recursos ou eventuais repriorizações das ações governamentais.

De acordo com o Controlador Geral de Queimados, Air de Abreu, os órgãos de controle têm papel fundamental no combate à corrupção e, por isso, o levantamento é de suma importância.  “Temos muito a avançar ainda, mas é claro que temos que comemorar o resultado. Ele é fruto do trabalho sério que realizamos e dos atos normativos que instituímos para nortear os ritos da administração pública, como as auditorias e contratos. Temos uma gestão séria que dá transparência a todos os seus atos, aí os resultados aparecem naturalmente”, destacou.



A divulgação do ranking foi realizada no edifício-sede do MPRJ durante o lançamento do projeto "Edificando o Controle Interno", que visa diagnosticar a atual situação do controle interno dos municípios e dar orientações gerais sobre o tema, que deve desenvolver as funções de auditoria, ouvidoria, correição e apoio ao controle externo para prevenção e o combate a atos de má gestão que podem ocasionar lesão ao patrimônio público.

Beneficiários do ‘Minha Casa, Minha Vida’ recebem escritura definitiva em Queimados

Prefeitura entrega documentação aos moradores do condomínio Valdariosa até a próxima quinta-feira (22)

Jéssica Moreira - Pode um simples papel significar a realização do sonho de toda uma vida? Para Germana Cândido (37), sim. Ela é uma das 1500 pessoas contempladas pelo Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, que moram no Condomínio Valdariosa e começaram a receber nesta terça-feira (20) escrituras definitivas de seus imóveis, na Escola Municipal Metodista, no bairro Pacaembu.

Beneficiada pelo programa em 2012, a professora comemora o recebimento do RGI (Registro Geral de Imóveis) de um apartamento, que, de acordo com ela, representou mais dignidade para sua família.

“Morava de aluguel na Vila Americana e nunca tinha tido casa própria. Faltam palavras pra descrever o que estou sentindo. O brasileiro trabalha, se esforça, mas mesmo assim sofre para conseguir um canto só seu. Hoje sou plenamente adaptada ao meu bairro e à minha casa. Essa escritura é a oficialização do meu sonho”, declarou feliz.

A Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e em parceria com representantes da Caixa Econômica Federal, finaliza a distribuição dos documentos na próxima quinta-feira (22).

Imagens: Thiago Loureiro - PMQ
Para retirar o documento, é preciso comparecer à Escola Municipal Metodista das 9h às 17h e em posse de Identidade e CPF. Vale lembrar que mesmo quem ainda está pagando as parcelas do financiamento pode receber a escritura e, ao quitá-las, validar o documento junto a um cartório.

A subsecretária de Habitação, Romilda Gonçalves afirma que esse é um passo necessário ao processo de legalidade dos imóveis e pede que os proprietários dos apartamentos não se esqueçam de retirar as escrituras.

“Estamos dividindo a entrega de acordo com os blocos do Condomínio e serão três dias de entregas. É a conclusão de um processo que proporcionou condições dignas de moradia a essas famílias e nos dá muita satisfação como gestão participar dessa alegria”, concluiu.

Abastecimento de água potável será ampliado com 70 novos quilômetros de rede de distribuição em Queimados


Reservatórios de última geração começam a ser montados e cerca de 10 mil novas ligações domiciliares serão feitas já a partir de julho


Leandro Machado - Os dias de amargura para os moradores de Queimados que ainda sofrem com o problema das torneiras vazias estão muito próximos do fim. O projeto Novo Guandu, que na cidade conta com a parceria da CEDAE com a Prefeitura, vai possibilitar a ampliação do sistema de abastecimento de água em diversas localidades do município e beneficiar cerca de 200 mil pessoas. Com mais de 80% das obras já executadas, o pacote inclui nesta primeira etapa a construção de dois novos reservatórios: Queimados I e Camburi, um booster (conjunto de bombas que regula a pressão na rede), 70 novos quilômetros de rede de distribuição e 5,6 quilômetros de assentamento de troncos distribuidores.

O investimento é de mais de R$ 75 milhões. A previsão é que 10 mil novas ligações domiciliares sejam realizadas já a partir de julho deste ano, quando terão início os trabalhos de hidrometração. Já a conclusão da obra deve acontecer em dezembro. A Prefeitura de Queimados foi a responsável pela desapropriação dos terrenos para a construção dos reservatórios por parte da concessionária.

O reservatório Queimados I, em fase de conclusão das escavações para iniciar a construção da base no bairro Vila Nascente, terá capacidade para armazenar 5 milhões de litros. Ele vai atender também os moradores do Campo da Banha, Santa Catarina, Centro, Inconfidência e Parque Farias.

Já o reservatório do Camburi será montado no bairro Jardim do Trevo e terá capacidade para armazenar 2,5 milhões de litros. O material se encontra no canteiro central da obra, só aguardando a liberação do terreno desapropriado pela prefeitura para a execução da montagem. Também serão beneficiados os bairros: Santa Rosa, Vila São João, Meu Ranchinho, Santo Expedito e Vila Americana.

Os bairros também estão recebendo o serviço de assentamento de troncos de adução e distribuição, complementando assim a rede já existente nessas regiões. Ao todo, 98%  desse trabalho já foi executado.

De acordo com o prefeito de Queimados, Carlos Vilela, a prefeitura desenvolveu em parceria com a CEDAE projetos para erradicar a falta d’água em todas as regiões da cidade.  “Desapropriamos os terrenos para tornar possível a construção desses reservatórios que serão os responsáveis por abastecer diversos bairros e vão beneficiar milhares de moradores. Em breve, não vai mais faltar água na torneira dos nossos moradores”, garantiu.

Reservatórios especiais

Ambos os reservatórios serão com materiais metálicos, vitrificados e tratados com pintura anticorrosiva, ou seja, vai dificultar o processo de enferrujamento e o surgimento de lodo. O sistema Queimados I terá uma linha de adução (tubulação que abastece o reservatório) de um quilômetro de extensão e 500 milímetros (mm) de diâmetro e ampliação do tronco distribuidor, com o assentamento de 16,2 quilômetros de redes variando de 150 mm a 600 mm.

Já o sistema Camburi terá linha adutora de 2 quilômetros de extensão e 300 mm de diâmetro, com tronco distribuidor ampliado e o assentamento de mais 8 quilômetros de redes de 150mm a 400mm de diâmetro.