segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Novas inaugurações na saúde

A inauguração da reforma da ESF – Estratégia de Saúde da Família do bairro Vila Americana foi transferida desta segunda, 29, para esta terça, 30, às 15h. A unidade recebeu reformas estruturais para oferecer mais conforto e segurança aos pacientes. Também nesta terca, a Secretaria municipal de Saúde vai inaugurar, às 17h, o seu Centro de Odontologia, na rua Marambi, s/n, bairro Fleshman, próximo ao Queimados F.C. ainda neste dia, a Secretaria irá fazer, às 13:30h, na Câmara Municipal, uma prestação de contas do 2º quadrimestre. Já a primeira clínica da família de Queimados no bairro São Jorge que estava marcada também para esta segunda, foi transferida para quarta, 15:30h. A Clínica irá abrigar dois pólos de ESF. A unidade será inaugurada com a presença do prefeito Max Lemos, várias autoridades locais e do Estado do Rio de Janeiro. O cronograma de obras da pasta conta com a construção de mais 12 unidades básicas de saúde e implantação de mais 13 ESF. Já estão em fase de acabamento às unidades básicas de saúde dos bairros Eldorado e Belmonte. Esta funcionará como uma policlínica.

Público cantou “Parabéns pra você” para o comediante que se emocionou


Texto: Dine Estela | fotos: Luiz Ambrosio, Simone Silva e Mundo da Imagem

Leandro Hassun foi saudado por um coro de mais de 4 mil vozes que cantou o tradicional “Parabéns para você”, o ator completou nova idade, na véspera do evento, emocionado retribuiu com um belo espetáculo de encerramento do  6º Festival de Teatro de Queimados no último sábado, 27, no Ginásio Municipal. Foram cerca de 2 horas de muitas gargalhadas. O ator chegou com mais de uma hora de antecedência, recebeu no camarim, o prefeito Max Lemos e a primeira dama Ana Paula, além dos fãs. No entanto, na hora do show, desceu do palco para atender uma fã que fez um poema para convencê-lo a fazer uma foto com ela. O evento foi considerado pelos atores acostumados a participar de festivais, como um dos maiores do gênero no Estado do Rio de Janeiro e o maior da Baixada.
Hassum fez um espetáculo intimista que deixou suas marcas, observou o secretário de cultura que foi reconhecido no posto de gasolina por ter sido o personagem principal das brincadeiras do humorista. “Na segunda pela manhã, ainda estava sendo reconhecido no posto de gasolina por conta do show do Leandro Hassum. Fui abastecer e a moça apontou: olha lá o Marcelo que o Leandro falou. Ele sacaneou de todas as maneiras, claro que com a minha autorização, mas valeu a pena ver as pessoas se divertindo. O festival foi um sucesso e estou muito feliz e já me preparando para a festa da cidade que é outro grande evento em Queimados,” descatou. (Lessa à direita da foto). 
O prefeito Max Lemos, também foi outro alvo preferido do ator que sempre procura alguém na plateia para tornar o show ainda mais intimista. “Ele começa o show de maneira tão sutil que você pensa que é uma conversa informal até perceber que está sendo sacaneado. O festival foi um marco na minha vida como político, me deu forças e certeza de que temos estrutura para alçar novos e mais altos vôos culturais na cidade”, observou.
Muitas crianças foram ao teatro pela primeira vez e ficaram encantadas, outras foram pela décima vez e ficaram tão encantadas quanto, e teve gente que foi  mais de 40 vezes e ficou extasiada com a intensidade do festival, foi o caso da família Cazé. “Este é o terceiro festival que presenciamos e o melhor também, só de poder economizar no mínimo R$ 160,00 num show como o do Leandro Hassum, já foi um presentão. Assistimos a todas as peças e gostamos muito desta oportunidade”, contou Gilberto.
“A pé ou de bicicleta.
Tudo vale a pena quando
 o evento é de qualidade”
           Leandro Santanna

De carro, moto, a pé ou de bicicleta, valeu de tudo para chegar ao teatro. Imagens de bicicletas estacionadas na porta do teatro revelaram que tudo vale à pena quando o evento é de qualidade, contou o diretor de teatro da Secretaria Municipal de Cultura, Leandro Santanna. “Fiquei emocionado em ver crianças entrando no teatro pela primeira vez admiradas com o cenário, as peças e pedindo para voltar. Outra cena que me marcou foi das bicicletas estacionadas na frente do teatro. O público está cada vez mais cativo das artes cênicas, isso é uma vitória para nós artistas”, observou Leandro que encenou a peça “Favela”, o segundo maior público do festival. 

Público cantou “Parabéns pra você” para o comediante que se emocionou


Texto: Dine Estela | fotos: Luiz Ambrosio, Simone Silva e Mundo da Imagem

Leandro Hassun foi saudado por um coro de mais de 4 mil vozes que cantou o tradicional “Parabéns para você”, o ator completou nova idade, na véspera do evento, emocionado retribuiu com um belo espetáculo de encerramento do  6º Festival de Teatro de Queimados no último sábado, 27, no Ginásio Municipal. Foram cerca de 2 horas de muitas gargalhadas. O ator chegou com mais de uma hora de antecedência, recebeu no camarim, o prefeito Max Lemos e a primeira dama Ana Paula, além dos fãs. No entanto, na hora do show, desceu do palco para atender uma fã que fez um poema para convencê-lo a fazer uma foto com ela. O evento foi considerado pelos atores acostumados a participar de festivais, como um dos maiores do gênero no Estado do Rio de Janeiro e o maior da Baixada.
Hassum fez um espetáculo intimista que deixou suas marcas, observou o secretário de cultura que foi reconhecido no posto de gasolina por ter sido o personagem principal das brincadeiras do humorista. “Na segunda pela manhã, ainda estava sendo reconhecido no posto de gasolina por conta do show do Leandro Hassum. Fui abastecer e a moça apontou: olha lá o Marcelo que o Leandro falou. Ele sacaneou de todas as maneiras, claro que com a minha autorização, mas valeu a pena ver as pessoas se divertindo. O festival foi um sucesso e estou muito feliz e já me preparando para a festa da cidade que é outro grande evento em Queimados,” descatou. (Lessa à direita da foto). 
O prefeito Max Lemos, também foi outro alvo preferido do ator que sempre procura alguém na plateia para tornar o show ainda mais intimista. “Ele começa o show de maneira tão sutil que você pensa que é uma conversa informal até perceber que está sendo sacaneado. O festival foi um marco na minha vida como político, me deu forças e certeza de que temos estrutura para alçar novos e mais altos vôos culturais na cidade”, observou.
Muitas crianças foram ao teatro pela primeira vez e ficaram encantadas, outras foram pela décima vez e ficaram tão encantadas quanto, e teve gente que foi  mais de 40 vezes e ficou extasiada com a intensidade do festival, foi o caso da família Cazé. “Este é o terceiro festival que presenciamos e o melhor também, só de poder economizar no mínimo R$ 160,00 num show como o do Leandro Hassum, já foi um presentão. Assistimos a todas as peças e gostamos muito desta oportunidade”, contou Gilberto.
“A pé ou de bicicleta.
Tudo vale a pena quando
 o evento é de qualidade”
           Leandro Santanna

De carro, moto, a pé ou de bicicleta, valeu de tudo para chegar ao teatro. Imagens de bicicletas estacionadas na porta do teatro revelaram que tudo vale à pena quando o evento é de qualidade, contou o diretor de teatro da Secretaria Municipal de Cultura, Leandro Santanna. “Fiquei emocionado em ver crianças entrando no teatro pela primeira vez admiradas com o cenário, as peças e pedindo para voltar. Outra cena que me marcou foi das bicicletas estacionadas na frente do teatro. O público está cada vez mais cativo das artes cênicas, isso é uma vitória para nós artistas”, observou Leandro que encenou a peça “Favela”, o segundo maior público do festival. 

Público cantou “Parabéns pra você” para o comediante que se emocionou


Texto: Dine Estela | fotos: Luiz Ambrosio, Simone Silva e Mundo da Imagem

Leandro Hassun foi saudado por um coro de mais de 4 mil vozes que cantou o tradicional “Parabéns para você”, o ator completou nova idade, na véspera do evento, emocionado retribuiu com um belo espetáculo de encerramento do  6º Festival de Teatro de Queimados no último sábado, 27, no Ginásio Municipal. Foram cerca de 2 horas de muitas gargalhadas. O ator chegou com mais de uma hora de antecedência, recebeu no camarim, o prefeito Max Lemos e a primeira dama Ana Paula, além dos fãs. No entanto, na hora do show, desceu do palco para atender uma fã que fez um poema para convencê-lo a fazer uma foto com ela. O evento foi considerado pelos atores acostumados a participar de festivais, como um dos maiores do gênero no Estado do Rio de Janeiro e o maior da Baixada.
Hassum fez um espetáculo intimista que deixou suas marcas, observou o secretário de cultura que foi reconhecido no posto de gasolina por ter sido o personagem principal das brincadeiras do humorista. “Na segunda pela manhã, ainda estava sendo reconhecido no posto de gasolina por conta do show do Leandro Hassum. Fui abastecer e a moça apontou: olha lá o Marcelo que o Leandro falou. Ele sacaneou de todas as maneiras, claro que com a minha autorização, mas valeu a pena ver as pessoas se divertindo. O festival foi um sucesso e estou muito feliz e já me preparando para a festa da cidade que é outro grande evento em Queimados,” descatou. (Lessa à direita da foto). 
O prefeito Max Lemos, também foi outro alvo preferido do ator que sempre procura alguém na plateia para tornar o show ainda mais intimista. “Ele começa o show de maneira tão sutil que você pensa que é uma conversa informal até perceber que está sendo sacaneado. O festival foi um marco na minha vida como político, me deu forças e certeza de que temos estrutura para alçar novos e mais altos vôos culturais na cidade”, observou.
Muitas crianças foram ao teatro pela primeira vez e ficaram encantadas, outras foram pela décima vez e ficaram tão encantadas quanto, e teve gente que foi  mais de 40 vezes e ficou extasiada com a intensidade do festival, foi o caso da família Cazé. “Este é o terceiro festival que presenciamos e o melhor também, só de poder economizar no mínimo R$ 160,00 num show como o do Leandro Hassum, já foi um presentão. Assistimos a todas as peças e gostamos muito desta oportunidade”, contou Gilberto.
“A pé ou de bicicleta.
Tudo vale a pena quando
 o evento é de qualidade”
           Leandro Santanna

De carro, moto, a pé ou de bicicleta, valeu de tudo para chegar ao teatro. Imagens de bicicletas estacionadas na porta do teatro revelaram que tudo vale à pena quando o evento é de qualidade, contou o diretor de teatro da Secretaria Municipal de Cultura, Leandro Santanna. “Fiquei emocionado em ver crianças entrando no teatro pela primeira vez admiradas com o cenário, as peças e pedindo para voltar. Outra cena que me marcou foi das bicicletas estacionadas na frente do teatro. O público está cada vez mais cativo das artes cênicas, isso é uma vitória para nós artistas”, observou Leandro que encenou a peça “Favela”, o segundo maior público do festival. 

Público cantou “Parabéns pra você” para o comediante que se emocionou


Texto: Dine Estela | fotos: Luiz Ambrosio, Simone Silva e Mundo da Imagem

Leandro Hassun foi saudado por um coro de mais de 4 mil vozes que cantou o tradicional “Parabéns para você”, o ator completou nova idade, na véspera do evento, emocionado retribuiu com um belo espetáculo de encerramento do  6º Festival de Teatro de Queimados no último sábado, 27, no Ginásio Municipal. Foram cerca de 2 horas de muitas gargalhadas. O ator chegou com mais de uma hora de antecedência, recebeu no camarim, o prefeito Max Lemos e a primeira dama Ana Paula, além dos fãs. No entanto, na hora do show, desceu do palco para atender uma fã que fez um poema para convencê-lo a fazer uma foto com ela. O evento foi considerado pelos atores acostumados a participar de festivais, como um dos maiores do gênero no Estado do Rio de Janeiro e o maior da Baixada.
Hassum fez um espetáculo intimista que deixou suas marcas, observou o secretário de cultura que foi reconhecido no posto de gasolina por ter sido o personagem principal das brincadeiras do humorista. “Na segunda pela manhã, ainda estava sendo reconhecido no posto de gasolina por conta do show do Leandro Hassum. Fui abastecer e a moça apontou: olha lá o Marcelo que o Leandro falou. Ele sacaneou de todas as maneiras, claro que com a minha autorização, mas valeu a pena ver as pessoas se divertindo. O festival foi um sucesso e estou muito feliz e já me preparando para a festa da cidade que é outro grande evento em Queimados,” descatou. (Lessa à direita da foto). 
O prefeito Max Lemos, também foi outro alvo preferido do ator que sempre procura alguém na plateia para tornar o show ainda mais intimista. “Ele começa o show de maneira tão sutil que você pensa que é uma conversa informal até perceber que está sendo sacaneado. O festival foi um marco na minha vida como político, me deu forças e certeza de que temos estrutura para alçar novos e mais altos vôos culturais na cidade”, observou.
Muitas crianças foram ao teatro pela primeira vez e ficaram encantadas, outras foram pela décima vez e ficaram tão encantadas quanto, e teve gente que foi  mais de 40 vezes e ficou extasiada com a intensidade do festival, foi o caso da família Cazé. “Este é o terceiro festival que presenciamos e o melhor também, só de poder economizar no mínimo R$ 160,00 num show como o do Leandro Hassum, já foi um presentão. Assistimos a todas as peças e gostamos muito desta oportunidade”, contou Gilberto.
“A pé ou de bicicleta.
Tudo vale a pena quando
 o evento é de qualidade”
           Leandro Santanna

De carro, moto, a pé ou de bicicleta, valeu de tudo para chegar ao teatro. Imagens de bicicletas estacionadas na porta do teatro revelaram que tudo vale à pena quando o evento é de qualidade, contou o diretor de teatro da Secretaria Municipal de Cultura, Leandro Santanna. “Fiquei emocionado em ver crianças entrando no teatro pela primeira vez admiradas com o cenário, as peças e pedindo para voltar. Outra cena que me marcou foi das bicicletas estacionadas na frente do teatro. O público está cada vez mais cativo das artes cênicas, isso é uma vitória para nós artistas”, observou Leandro que encenou a peça “Favela”, o segundo maior público do festival. 

Público cantou “Parabéns pra você” para o comediante que se emocionou


Texto: Dine Estela | fotos: Luiz Ambrosio, Simone Silva e Mundo da Imagem

Leandro Hassun foi saudado por um coro de mais de 4 mil vozes que cantou o tradicional “Parabéns para você”, o ator completou nova idade, na véspera do evento, emocionado retribuiu com um belo espetáculo de encerramento do  6º Festival de Teatro de Queimados no último sábado, 27, no Ginásio Municipal. Foram cerca de 2 horas de muitas gargalhadas. O ator chegou com mais de uma hora de antecedência, recebeu no camarim, o prefeito Max Lemos e a primeira dama Ana Paula, além dos fãs. No entanto, na hora do show, desceu do palco para atender uma fã que fez um poema para convencê-lo a fazer uma foto com ela. O evento foi considerado pelos atores acostumados a participar de festivais, como um dos maiores do gênero no Estado do Rio de Janeiro e o maior da Baixada.
Hassum fez um espetáculo intimista que deixou suas marcas, observou o secretário de cultura que foi reconhecido no posto de gasolina por ter sido o personagem principal das brincadeiras do humorista. “Na segunda pela manhã, ainda estava sendo reconhecido no posto de gasolina por conta do show do Leandro Hassum. Fui abastecer e a moça apontou: olha lá o Marcelo que o Leandro falou. Ele sacaneou de todas as maneiras, claro que com a minha autorização, mas valeu a pena ver as pessoas se divertindo. O festival foi um sucesso e estou muito feliz e já me preparando para a festa da cidade que é outro grande evento em Queimados,” descatou. (Lessa à direita da foto). 
O prefeito Max Lemos, também foi outro alvo preferido do ator que sempre procura alguém na plateia para tornar o show ainda mais intimista. “Ele começa o show de maneira tão sutil que você pensa que é uma conversa informal até perceber que está sendo sacaneado. O festival foi um marco na minha vida como político, me deu forças e certeza de que temos estrutura para alçar novos e mais altos vôos culturais na cidade”, observou.
Muitas crianças foram ao teatro pela primeira vez e ficaram encantadas, outras foram pela décima vez e ficaram tão encantadas quanto, e teve gente que foi  mais de 40 vezes e ficou extasiada com a intensidade do festival, foi o caso da família Cazé. “Este é o terceiro festival que presenciamos e o melhor também, só de poder economizar no mínimo R$ 160,00 num show como o do Leandro Hassum, já foi um presentão. Assistimos a todas as peças e gostamos muito desta oportunidade”, contou Gilberto.
“A pé ou de bicicleta.
Tudo vale a pena quando
 o evento é de qualidade”
           Leandro Santanna

De carro, moto, a pé ou de bicicleta, valeu de tudo para chegar ao teatro. Imagens de bicicletas estacionadas na porta do teatro revelaram que tudo vale à pena quando o evento é de qualidade, contou o diretor de teatro da Secretaria Municipal de Cultura, Leandro Santanna. “Fiquei emocionado em ver crianças entrando no teatro pela primeira vez admiradas com o cenário, as peças e pedindo para voltar. Outra cena que me marcou foi das bicicletas estacionadas na frente do teatro. O público está cada vez mais cativo das artes cênicas, isso é uma vitória para nós artistas”, observou Leandro que encenou a peça “Favela”, o segundo maior público do festival. 

Queimados comemora o dia do surdo

 Texto: Joyce Pessanha | Fotos: Luiz Ambrósio

O único Centro de Interpretação de Libras do estado está instalado no município 

Através de uma Lei Federal o dia 26 de setembro foi instituído nacionalmente como o dia do surdo. A data lembra a luta para difundir a linguagem do público e a necessidade de avanço nas conquistas para os deficientes auditivos. Para comemorar a data e incentivar a disseminação das políticas públicas  voltadas à essas pessoas que somam mais de 50 mil em toda a região metropolitana do Rio de Janeiro, o Centro de Interprete de Libras, CIL, instalado em Queimados, realizou uma cerimônia em sua sede, na Secretaria de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania (SEMDHEPROC) em Queimados,  distribuiu cerca de mil fitas azuis, que é a marca do movimento, e reuniu surdos para uma programação totalmente voltada às suas necessidades. 

O secretário de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania de Queimados, José Ribamar Dadinho, explicou que o único instrumento para as políticas voltadas a esse público foi implantado em Queimados para auxiliar toda a região metropolitana. “Temos cerca de 50 mil surdos em toda a Baixada Fluminense e Queimados conquistou o único CIL do estado por ser o município que oferecia as melhores condições. E tenho a honra de ter o instrumento instalado em nossa secretaria, que tem o objetivo de atender as pessoas que mais precisam e dar todo o suporte necessário a eles. Conquistamos também o CEAM, que atende às mulheres em situação de vulnerabilidade, o centro LGBT, que será inaugurado em breve, e o Centro Dia, que será a primeira casa de passagem para deficientes do Brasil que começará a ser construído em breve. Fico feliz de participar de um governo que está mudando a história de Queimados, que cuida, não só do estrutural mas também do cuidado com as pessoas, especialmente aqueles que mais precisam”, destacou.

A coordenadora do CIL, Graciete Telles, explicou como funciona o centro  e como os interessados podem procurar a ajuda. “O CIL funciona de segunda a sexta na sede da  SEMDHEPROC das 9h às 17h para atender todos os surdos da região, para acompanhamento em espaços públicos em que eles precisem de interpretação de libras, contamos, inclusive com um automóvel para o transporte até esses locais. Já realizamos mais de 700 atendimentos, e eles acontecem desde entrevistas de emprego a audiências públicas. Todos os que precisarem desse atendimento podem nos procurar e agendar o serviço”, elucidou.

Quem foi beneficiado pelo programa e fez questão de comparecer na programação foi a moradora de Queimados Rosemary Ferraz, surda, que precisava de um atendimento médico mas tinha dificuldades em ir até o serviço, como explica seu irmão Manoel Ferraz. “Precisávamos muito de um atendimento médico, mas eu não conseguia estar presente para acompanhá-la. A coordenadora do CIL nos ajudou até a conseguir a consulta e a Rose pôde ser atendida. Todos que precisarem devem procurar o centro, nós agradecemos muito ao governo do estado e ao prefeito Max Lemos por ter vencido as burocracias para que pudéssemos ter essa ajuda aqui, pertinho de nós”, contou.

Estiveram presentes no evento o secretários da Terceira Idade, José Alves de Carvalho, o Dequinha, e a coordenadora da Pessoa com Deficiência, Sirlene Marquiori, entre outros. O CIL funciona de forma presencial ou virtual, através de webcam via skype, email e facebook, de segunda a sexta na sede da Secretaria de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania de Queimados que fica à Rua Otília, nº 1495, próximo ao Fórum municipal, telefone 3699-3461. O endereço dos emails para contato com o CIL são cilqueimados@gmail.com e cilrjqueimados@gmail.com. No skype o nome de usuário é cilqueimados e no facebook pode ser encontrado pelo nome “Centro de Intérprete de Libras”.