segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Queimados tem sua história contada na passarela

Na formatura do curso de modelos, oferecido pela prefeitura, evento destacou a trajetória do município desde a linha férrea aos dias atuais

Marina Mendes - Se os desfiles são para mostrar o que é tendência no mundo da moda, em Queimados, na Baixada Fluminense, as passarelas serviram para resgatar história. Cerca de 25 alunos participaram da formatura do curso livre de modelo, oferecido pela prefeitura, através da secretaria de Cultura e Turismo, neste sábado (18), no o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Planeta Futuro, no bairro São Roque. E na passarela, cada peça apresentada contava a trajetória do município desde a construção da linha férrea até a atual expansão industrial.

Foi uma noite memorável. Muito luxo e criatividade nas roupas para representar cada contexto histórico. Cerca de 100 pessoas estiveram presentes presentes do evento e viajaram no tempo com cada apresentação. A ideia em realizar o desfile foi para mostrar que a cultura de uma região e a moda são dois aspectos que podem ser diretamente ligados em um contexto histórico.
Entre modelos de vestidos luxuosos, inspirados na Corte Portuguesa e no Brasil Colônia, também tiveram desfiles com peças simbólicas. Um exemplo foi o caso das jovens Jenifer (18), Ana Carolina (15) e Maria Eduarda (14), que desfilaram com peças que representavam o Brasil, o município de Queimados e o futuro tecnológico da cidade, respectivamente.
Quem esteve no evento foi o Prefeito Carlos Vilela e a primeira dama Lúcia Vilela. Ele que participou efetivamente da emancipação de Queimados, revelou ter vivido um momento nostálgico: “Ficamos todos emocionados com a formatura, porque além das entregas dos certificados o evento foi um grande resgate da memória queimadense. É sempre importante resgatar estes momentos de lutas e conquistas”, explicou o gestor.
Já para o Secretário da pasta, Marcelo Lessa, é sempre gratificante o momento em que os alunos garantem seus certificados: “É um grande prazer como gestor ver tudo isso acontecer ao lado da minha equipe. Quando vemos esse espaço movimentado, ficamos com o sentimento de dever cumprido. Esperamos sempre que os inscritos nos cursos voltem sempre”, declarou o gestor.

Festival de Música anima alunos da rede municipal de ensino de Queimados

Projeto que desenvolve atividades lúdicas de canto e dança acontece nas escolas de Educação Infantil até o próximo sábado (25)

Eshley Victória emocionou plateia da E. M. Monteiro Lobato
Jéssica Moreira - Uma manhã de música, dança e diversão. Assim começou a segunda-feira (20) para os alunos da rede municipal de ensino em Queimados. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, deu início ao Festival de Música da Educação Infantil, que faz parte da 2ª edição do projeto Música e Ludicidade. 

Alunos da Creche Clotildes Martins Lemos, no bairro São Jorge, e da Escola Monteiro Lobato, no bairro São Francisco, apresentaram diversas canções desenvolvidas em sala de aula durante o ano letivo. O Festival termina no próximo sábado (25), na Escola Municipal Professor Joaquim de Freitas, no bairro Vila São João.

Primeira a se apresentar nesta segunda, uma turma de 20 alunos com idade entre 2 e 3 anos da Creche Clotildes Lemos, cantou e dançou músicas infantis famosas como ‘O Relógio’, de Vinicius de Moraes.

Sulamita (esq), Geisiane e Ester têm 3 anos e cantaram
 'Cabeça, ombro, joelho e pé' - IMG Thiago Loureiro
Já na Escola Municipal Monteiro Lobato, cerca de 300 alunos do pré ao 1º ano (idade entre 4 e 5 anos) ocuparam o lugar central da quadra da instituição para encantarem pais e responsáveis da comunidade com apresentações de cantigas tradicionais brasileiras como ‘ A Linda Rosa Juvenil’ e até balé, dançado pela pequena Eshley Victória (5).

De acordo com Ana Paula Santana, articuladora da Educação Infantil da cidade, a proposta do projeto é promover ações pedagógicas em prol do desenvolvimento da sensibilidade e criatividade dos pequenos por meio do contato com a linguagem artístico-musical.

Caleb Rodrigues e Maria Eduarda da Silva interpretaram
'Linda Rosa Juvenil' - IMG Thiago Loureiro
“O foco do Festival de Música é o desenvolvimento infantil. Aspectos como a oralidade e a expressão corporal são estimulados por meio do canto e da dança. Queremos trabalhar os o lado emocional e intelectual das crianças por meio de atividades lúdicas que gerem uma aprendizagem significativa”, explicou a educadora.

O Secretário da Pasta, Lenine Lemos, comentou a importância da iniciativa, que acontece sob o tema ‘Quem ama a sua história conserva a sua memória’. “A própria direção das escolas organiza as apresentações artísticas dos alunos de acordo com as estruturas e o número de estudantes de cada uma. É algo de extrema valia para a evolução de nossas crianças”, declarou o gestor.

Copa Queimados de Jiu-Jitsu teve arquibancadas lotadas neste domingo (19)

Campeonato Estadual da modalidade aconteceu no Ginásio Metodista e recebeu mais de 750 atletas com idade entre 4 e 60 anos


Kathellen Islyne - Os tatames ganharam destaque neste domingo (19) em Queimados, na Baixada Fluminense. Durante todo o dia, o Ginásio Metodista recebeu cerca de 750 atletas com idade entre 4 e 60 anos para a disputa da 4ª edição da Copa Queimados de Jiu-Jitsu. Este ano, o evento promovido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, contou com a participação de diversos municípios do Rio de Janeiro. Formada por atletas de Queimados, Itaguaí e Japeri, a equipe GAN Fitness venceu o torneio com 387 pontos.

Presente na arquibancada, o prefeito Carlos Vilela declarou que competições esportivas trazem para a cidade uma oportunidade de investir em atletas locais. “O campeonato chama atenção para nossa cidade e dá oportunidades aos esportistas para mostrarem suas habilidades. É muito bom ver a adesão do público, que compareceu em ótimo número para prestigiar nossos talentos”, disse o gestor.

A pequena Luiza de Jesus (10) faz parte da academia queimadense GFTeam há 4 anos e adorou a experiência de competir na cidade onde mora. “Quero continuar treinando para no futuro participar de mais campeonatos com condições de vencer”, afirmou a lutadora da categoria peso pena e irmã da campeã mundial da modalidade, Julia Alves (17).

“Eu fico mais nervosa com as lutas dela que com as minhas. Quero estar em todos os eventos”, contou a atleta medalha de ouro em Long Beach, Califórnia, no último mês de junho.

O Secretário da Pasta, Julio Boi, afirmou que a gestão municipal vem buscando cada vez mais recursos para investir nos jovens da cidade. “Quero que nossos atletas tenham um lugar para treinar e aprimorar seus talentos. Nossa Vila Olímpica que oferece tantas modalidades gratuitas está passando por uma importante reforma para receber ainda mais alunos”, concluiu.

Localizada no bairro Vila Pacaembu, a Vila Olímpica Barnabé dos Santos ganhará até o fim deste ano uma nova sala de dança e uma academia com barras, além de melhorias na pista de atletismo, quadra poliesportiva e no complexo administrativo, além de pintura e reforma da entrada. Atualmente, cerca de 2 mil pessoas utilizam o espaço diariamente. A expectativa é aumentar em cerca de 40% o número de vagas do local após as intervenções, que têm previsão de término para dezembro deste ano.

‘Dia D’ contra o sarampo e a poliomielite sem filas em Queimados

Prefeitura ofereceu 19 pontos de vacinação e imunizou 750 crianças. Meta é proteger 8.302 queimadenses com idade entre 1 ano e 5 anos incompletos

Aline Lopes- O Dia D de mobilização contra o sarampo e a poliomielite teve postos de saúde sem filas em Queimados, neste sábado (18). Isso porque a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, disponibilizou 19 pontos de atendimentos espalhados pela cidade e imunizou 750 crianças contra as doenças. A campanha vai até o dia 31 de agosto e é destinada a crianças com um ano a menos de cinco anos, independente da situação vacinal.


 O objetivo da campanha é aumentar a cobertura vacinal e evitar o reaparecimento dessas doenças. Até o momento 4.329 doses foram aplicadas na cidade (2.186 de poliomielite e 2.143 de sarampo), mas a meta é imunizar 8.302 crianças queimadenses.

De acordo com a Secretária da Pasta, Drª Lívia Guedes, vacinar é um ato de amor. “Quando o responsável leva o seu filho para tomar o imunizante, além de ele estar protegendo a criança, colabora para evitar a reintrodução do vírus na sociedade. A vacina contra o sarampo, por exemplo, é tríplice viral, previne também contra a rubéola e a caxumba”, explicou a gestora.

O Prefeito Carlos Vilela também acompanhou de perto a mobilização na cidade na companhia do vice-prefeito, Machado Laz. “Oferecer o serviço de vacinação num dia de sábado é muito importante, pois tem responsáveis que trabalham durante a semana e não têm tempo para levar seus filhos no posto de saúde”, declarou o prefeito.

Vacina perto de casa

Para proteger a filha, Rebeca Ferreira (4), do sarampo e da poliomielite, Michael Moreira (37) aproveitou o “Dia D” para levar a pequena até a Clínica da Família Mauro Ferreira de Castro, que fica próxima a casa onde moram. “Eu e minha esposa trabalhamos muito e, por isso, não pudemos trazê-la logo no começo da campanha. Além disso, resolvemos levá-la na pediatra primeiro pra entender mais sobre a vacina e saber se realmente era necessário que ela tomasse”, disse o morador do bairro Belmonte.

A vacina está à disposição da população queimadense em 19 unidades de saúde mobilizadas pela Prefeitura de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para imunizar as crianças, os responsáveis devem procurar um dos pontos de atendimento com identidade e cartão de vacina do menor. 

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Concurso “Óleo Amigo” volta a movimentar alunos da rede municipal de Queimados nesta segunda (20)

Projeto premia estudantes que mais arrecadarem óleo usado com bicicletas, curso de inglês e tablets
Marina Mendes - Para conscientizar as crianças queimadenses sobre a importância da reciclagem e das práticas sustentáveis, a segunda etapa do concurso ‘Óleo Amigo’ terá início na próxima segunda-feira (20) em todas as escolas da rede municipal. Por iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente e Defesa dos Animais (SEMADA), os alunos que recolherem a maior quantidade de óleo usado até 4 de dezembro serão premiados com visitas a pontos turísticos, bolsa integral de curso de inglês, bicicletas, e até tablets.
O concurso visa incentivar os alunos a descartar corretamente o óleo de cozinha usado e alertar a população que despeja o produto em pias, ralos ou bueiros sobre os prejuízos que a prática pode causar à cidade e ao meio ambiente. De acordo com o regulamento, os participantes deverão armazenar o óleo usado em suas casas e na vizinhança em garrafas pets de 2 litros e entregá-lo ao responsável pelo programa na unidade de ensino em que estudam.
Os prêmios serão divididos em três categorias: a turma que arrecadar a maior quantidade de óleo usado; os três alunos que entregarem o produto individualmente e o aluno que coletar mais óleo durante todo o ano de 2018.

Para o Secretário da Pasta, Cacau Nogueira, o projeto tem sido um sucesso. "No primeiro semestre arrecadamos mais de 6 mil litros de óleo. É muito gratificante ver que os alunos se mobilizaram e estão engajados nessa iniciativa", afirma o gestor. 

Não são apenas os alunos da rede municipal que podem reciclar seu óleo usado: qualquer morador pode levar o material ao ecoponto localizado na sede da Secretaria Municipal do Ambiente e Defesa dos Animais (Avenida Luigi Giobbi, nº 498 – Fanchem). A SEMADA atende pelo (21) 2665-7739 e pelo e-mail para semamambiente@gmail.com