quarta-feira, 14 de junho de 2017

Prevenção: Saúde de Queimados tem 1400 doses de vacina contra o vírus HPV à disposição da população

Público-alvo foi aumentado: além de meninas com idade entre 9 e 14 anos, meninos de 11 a 14 anos também podem se vacinar em qualquer unidade de saúde municipal

Jéssica Moreira - O papilomavírus humano (HPV) é um vírus que infecta a pele e as mucosas e pode causar câncer de colo de útero e verrugas genitais e é altamente contagioso. Para combater este mal, a vacina está disponível nas unidades básicas de saúde desde 2014. Em Queimados, na Baixada Fluminense, há 1400 doses prontas para proteger adolescentes entre 9 e 14 anos (meninos com idade entre 11 e 14 anos foram incluídos na campanha pelo Ministério da Saúde) e pessoas de 9 a 26 anos que sejam soropositivas ou imunodeprimidas.

Acompanhada da avó Francisca Pereira (69) ao Setor de Imunização do município, Júlia de França (9) já garantiu a primeira dose da vacina. “É bem melhor prevenir do que ficar doente um dia. Só uma picadinha que nem dói e já me sinto protegida, todas as meninas deveriam se vacinar”, afirmou a pequena, moradora do bairro Santo Expedito.

De acordo com a Secretária de Saúde, Drª Lívia Guedes, é essencial vacinar os adolescentes que ainda não iniciaram a vida sexual para garantir uma melhor cobertura da imunização.
Equipe de imunização recebe Júlia e Francisca
“O impacto da vacinação em termos de saúde coletiva se dá pelo alcance de 80% de cobertura vacinal, gerando uma ‘imunidade coletiva ou de rebanho’, ou seja, reduzindo a transmissão mesmo entre as pessoas não vacinadas”, declarou a gestora, que ainda afirmou que a principal forma de transmissão do HPV se dá por relações sexuais, mas também pode ocorrer no momento do parto (passando de mãe para filho), e, mais raramente, pelo contato das mãos.

Para receber a vacina, basta comparecer a qualquer unidade de saúde da rede municipal portando cartão de vacina. Para mais informações, o Setor de Imunização atende pelo telefone 2665-5151 e no endereço Rua Onze, s/nº, bairro Pacaembu (anexo ao CETHID – Centro Especializado no Tratamento de Hipertensão e Diabetes).

Imagens: Jéssica Moreira - SEMCOM/PMQ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe aqui seu comentário sobre esta notícia.