quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Vida sem vícios: Prefeitura de Queimados promove debate de políticas públicas no combate ao álcool e às drogas

Fórum de Saúde Mental aconteceu na manhã desta quinta (7) no auditório da SEMUS

Fotos: Thiago Loureiro
Aline Lopes - Realizado pela Fundação Oswaldo Cruz, o ‘Relatório Mundial sobre Drogas’ deste ano aponta que cerca de 35 milhões de pessoas em todo o planeta sofrem de transtornos por uso de substâncias químicas. Com o objetivo de diminuir esse número alarmante, a Prefeitura de Queimados promoveu nesta quinta-feira (7), o Fórum Intersetorial de Saúde Mental sob o tema “De bem com a vida, sem álcool e drogas”. Aberto ao público, o evento aconteceu no Auditório da Secretaria Municipal de Saúde e contou com cerca de 50 participantes. 


Na ocasião, profissionais de saúde, assistentes sociais e usuários da rede discutiram políticas públicas para melhorar os serviços oferecidos aos moradores. A palestrante Natalia Meritello explicou mais sobre os tipos de drogas e os males que essas substâncias podem causar na vida de jovens e adultos.

O município oferece gratuitamente tratamento para pessoas que desejam abandonar o vício em substâncias químicas. O Núcleo de Álcool e Outras Drogas atende mensalmente mais de 100 pessoas para atendimento médico, terapia em grupo e individual, oficinas e musicoterapia. De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Drª Lívia Guedes, a iniciativa é essencial para quebrar o tabu que permeia o assunto.

“Infelizmente vivemos em uma sociedade que prefere julgar o próximo do que ajudar e, o que essas pessoas precisam são de palavras de incentivo e de uma mão estendida. Esse encontro é importante para desenvolvermos um novo olhar para essa situação e juntos traçarmos metas de melhorias das políticas públicas para esse público”, destacou a gestora, ao lado do Subsecretário de Prevenção e Combate às Drogas, Ronildo Ferreira.

Moradora do bairro Eldorado, Alcione Lopes (58) revelou a importância do NAD na sua vida. “O trabalho desenvolvido pelos profissionais e o acolhimento da equipe foram pontos fundamentais para que eu largasse o cigarro e o álcool. Estou há cinco anos sem consumir essas substâncias e hoje posso afirmar que sou uma nova pessoa, bem mais feliz”, declarou a aposentada.

Os interessados em largar de vez o álcool e outras drogas, podem ir ao NAD (Rua Maria Luiza, 14, Santa Catarina), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, portando identidade, CPF, comprovante de residência e Cartão do SUS.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe aqui seu comentário sobre esta notícia.