quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Ronda Escolar garante segurança de alunos e professores de Queimados

Iniciativa da Prefeitura promove patrulhamento diário da Guarda Municipal nas 30 unidades de ensino da rede

Imagens: Thiago Loureiro/ SEMCOM
Jéssica Moreira - Uma quarta-feira de rotina para os alunos Escola Municipal Oscar Weinschenck, no bairro Fanchem: no intervalo entre uma aula e outra, sorrisos tímidos e olhares de reconhecimento surgiam nos corredores. Afinal, acontecia mais uma visita dos agentes da Guarda Municipal do projeto “Ronda Escolar” à instituição. Criada pela Prefeitura de Queimados, por meio das Secretarias Municipais de Segurança e Ordem Pública e Educação, a iniciativa promove um trabalho de prevenção e combate ao crime no entorno de unidades de ensino da rede municipal.

Ao realizar patrulhamento nos horários de maior movimentação – geralmente na entrada e saída dos turnos –, os agentes da Guarda Municipal circulam pelas ruas próximas e dentro das escolas para coibir qualquer ação de aliciamento de menores, tráfico de drogas ou conflitos entre alunos.

De acordo com o Secretário da SEMUSOP, Sérgio Perfeito, a união entre as forças de segurança e as equipes escolares tem trazido resultados positivos junto à comunidade. “Essa relação é de suma importância, pois esse contato da Guarda Municipal junto a estudantes, professores e até familiares traz tranquilidade a todo o ambiente de aprendizado. Graças a este trabalho, nossos adolescentes e jovens sabem que podem contar conosco e que trabalhamos para o bem deles”, declarou o gestor.

Docentes seguros, escola tranquila

De acordo com dados divulgados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) colhidos em 34 países, o Brasil lidera o ranking de violência contra docentes. A pesquisa, feita com base no relato de mais de 100 mil professores e diretores do segundo ciclo dos Ensinos Fundamental e Médio (alunos de 11 a 16 anos), alerta para a necessidade de fornecer um ambiente seguro para profissionais da educação. 

“A presença da família na escola e a participação nos conselhos escolares contribui para o maior respeito aos docentes e colegas. Temos a sensação de segurança nas escolas e nossos alunos aprenderam a admirar os guardas como amigos. Não temos nenhuma ocorrência de violência a nossos professores nos últimos dois anos e isso é muito gratificante”, conclui o Secretário Municipal de Educação, professor Lenine Lemos.

Além das visitas rotineiras, a equipe - formada por quatro agentes - atende a chamados eventuais por parte da direção das unidades de ensino, como explica o Comandante da Guarda Municipal, Enéas Teixeira.

“De 7h a 19h, visitamos todas as 30 escolas municipais de forma alternada. Em unidades como Leopoldo Machado e Alberto Pirro, fazemos baseamento em horários específicos para coibir ações relacionadas à venda de drogas ou mesmo concentração de não-alunos na saída dos estudantes. Já no Oscar Weinschenck, garantimos a segurança dos alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos), que assistem aulas no turno da noite”, concluiu o Comandante. 

Rose Fidelis, diretora da E. M. Oscar Weinschenck, afirmou que o corpo docente aprova o projeto e que os familiares dos alunos têm total abertura para participar ativamente dessa nova fase da rotina escolar.

“É muito bom poder contar com a presença desses agentes onde estudam crianças e adolescentes, que é uma faixa etária vulnerável em relação à criminalidade. Os alunos respeitam a figura dos guardas, conversam e até brincam com eles. Os pais e responsáveis também ficam mais tranquilos sabendo que há ordem nas escolas onde seus filhos passam a maior parte do dia”, declarou a educadora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe aqui seu comentário sobre esta notícia.