quarta-feira, 3 de maio de 2017

Brincadeira de criança será aliada da medicina em Queimados

Prefeitura vai inaugurar sala multidisciplinar infantil para tratamento em diversas especialidades. Profissionais comemoram a conquista

Imagens: Thiago Loureiro/SEMCOM-PMQ
Jéssica Moreira - Bonecos, jogos de tabuleiro, carrinhos, histórias em quadrinhos, aparelhos de som, TV e muitas cores espalhadas pelo alfabeto montado no chão e nas paredes: esse é o cenário da sala multidisciplinar infantil, que será inaugurada pela Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, nesta sexta-feira (5), às 10h, no Centro Especializado no Tratamento de Hipertensão e Diabetes (CETHID).

O novo espaço será utilizado por várias especialidades médicas no tratamento e orientação de pacientes com idade até 17 anos. Uma das profissionais que mais pretende fazer uso da nova estrutura é a psicóloga Marlucy Tinoco, entusiasta da iniciativa. Ela conta que as crianças não se interessam pela terapia e, por isso, um espaço lúdico é essencial para o tratamento. 
Psicóloga Marlucy e endocrinologista Maria Luiza
“O local utilizado para consultas é fundamental para que a criança e o adolescente se sintam à vontade para se abrirem. Numa sala como essa, toda equipada e com ambiente alegre, as brincadeiras facilitam a interação, o aprendizado e o diálogo entre médico e paciente. Estou muito feliz por ver esse projeto sair do papel aqui no CETHID, pois é um avanço que ultrapassa os limites de Queimados, atendendo toda a Baixada Fluminense”, declarou emocionada.

Além da psicologia, a endocrinologia e o serviço de genética também serão contemplados pelo espaço. Pacientes diabéticos, por exemplo, necessitam de orientação constante acerca da dieta de controle da doença. O que, de acordo com a endocrinologista Maria Luiza Lima, precisa ser pensado de forma diferente quando se trata de crianças e adolescentes.

“A informação precisa ser reforçada pelos pais do menor o tempo todo, mas num ambiente hospitalar comum, é normal que a criança se sinta retraída e com vontade de ir embora o quanto antes. Numa sala preparada especialmente para atendê-la, a situação muda. É possível ensinar com muito mais eficiência sobre os riscos de não tratar diabetes corretamente”, afirmou.

Único geneticista em atividade na Baixada Fluminense, o Dr. João Gabriel Daher aprova a criação do espaço, pois segundo ele, o acesso a diferentes estímulos visuais é fundamental para seus pacientes.

“O tratamento de disfunções genéticas envolve diversas áreas, tais como a fonoaudiologia, fisioterapia e a própria psicologia. Esse trabalho multidisciplinar é um fator chave para a evolução dos pacientes, e com esse espaço, tudo vai funcionar melhor para nossas crianças”, comemorou.

Serviço pode ser ampliado

Para a Secretária de Saúde, Drª Lívia Guedes, a inauguração da sala é um marco no atendimento pediátrico da unidade de saúde, que é referência na região.

Dir. Médica Vânia Rabello, Sec. de Saúde Lívia Guedes e 
Administradora do CETHID, Maria Deoteria Alves
“Temos planos de atender também a demanda da cardiopediatria, porque criança precisa ser tratada como criança. Os assuntos de saúde mexem muito com o emocional de qualquer um, e por isso, temos essa preocupação de deixar os pequenos relaxados e felizes enquanto se tratam”, declarou a gestora.



SERVIÇO:

Assunto: Inauguração da sala multidisciplinar infantil
Data: Sexta-feira – 05/05/2017
Horário: 10h
Local: Centro de Tratamento para a Hipertensão e Diabetes – CETHID (Rua Onze S/N – Queimados)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe aqui seu comentário sobre esta notícia.